A participação portuguesa na Grande Guerra teve consequências políticas, económicas e sociais que se sentiram nas décadas seguintes e que tiveram também um impacto na área da saúde. Através da mobilização de mais de 100.000 homens, a jovem República Portuguesa (1910) esperava obter o reconhecimento internacional e proteger as colónias africanas dos interesses britânicos e alemães.

Apesar de parecer contraditório, a Primeira Guerra Mundial despoletou um conjunto de avanços técnicos e científicos na saúde. Mas esta guerra total marcaria para sempre a vida de muitos homens, que regressaram com traumas físicos e psíquicos, e que rapidamente caíram no esquecimento. Através de um conjunto de objectos, fotografias e vídeos, esta exposição relata este duplo impacto da Grande Guerra na saúde em Portugal.

Entrada livre

29 Julho a 29 de Setembro de 2019

10-13h/ 14h-17h de Segunda a Domingo

Hospital de Santo António – Auditório Prof. Doutor Alexandre Moreira do Centro Hospitalar Universitário do Porto

Visitas Orientadas:

As visitas orientadas a grupos estão dependentes de marcação prévia, com uma antecedência mínima de 5 dias úteis da data pretendida, via e-mail (museudochp@chporto.min-saude.pt), contendo a seguinte informação: entidade; morada; dia e hora pretendida para a visita; curso e ano (s) curricular (es) (se aplicável); número previsto de participantes; responsável a contactar (nome, telefone / telemóvel e e-mail para contacto); nº de professores/acompanhantes do grupo.

Nas visitas o número de visitantes por grupo é limitado a 20 elementos, não sendo incluídos neste número limite os acompanhantes do grupo.

Comissários: Helena da Silva e José Picas do Vale

Comité executivo: Helena da Silva, José Picas do Vale, Margarida Portela e Sónia Faria

Design: Jorge Galvão

Tradução: Ana Simão

Modista: Elsa Cunha

Impressão gráfica: Augustos

Seguros: Innovarisk

Transporte: Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Almada

Promotores da exposição:

DEFI | Departamento de Ensino, Formação e Investigação | Centro Hospitalar Universitário do Porto

Instituto de História Contemporânea – Universidade Nova de Lisboa – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Apoios e agradecimentos: A Casa do Guarda; Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Almada; Centro Social Paroquial de Almada – Lar de S. Tiago; Cruz Vermelha Portuguesa; Exército Português (Direcção de História e Cultura Militar, Arquivo Histórico Militar, Biblioteca do Exército, Museu Militar de Elvas, Museu Militar de Lisboa); Fundação para a Ciência e Tecnologia – Investigador FCT; Gil Santos; Hemeroteca Municipal de Lisboa; Liga dos Combatentes; Margarida Durães; Ordem Hospitaleira de São João de Deus – Museu São João de Deus; Rui Vaz Osório Wellcome Collection

Anúncios